CAO nasce na antiga escola de Navarra

– redacção da Comunicação da Câmara Municipal de Braga

«Nova valência ajuda a colmatar lacunas na resposta a cidadãos com deficiência»

Decorreu hoje, dia 21 de Novembro, a cerimónia de lançamento da primeira pedra do novo Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) da Cerci Braga, em Navarra, nas antigas instalações da EB1/JI de Navarra.

As obras de remodelação do edifício estão avaliadas em 250 mil euros e a sua conclusão está prevista para Março do próximo ano. A nova valência irá permitir à instituição prestar uma resposta mais alargada e com maior qualidade na área da deficiência intelectual e multideficiência, alargando para 30 o número de utentes. As novas instalações vão também permitir à Cerci cumprir os requisitos legais para poder estabelecer um protocolo de colaboração com a Segurança Social.

Segundo Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, a concretização desta resposta social permite dar mais um passo no sentido de colmatar a lacuna existente na Região ao nível do apoio aos cidadãos com deficiência. “Vemos com bons olhos o trabalho extremamente valioso que é efectuado pelas instituições locais em benefício de uma franja da população que carece de especial atenção e apoio”, referiu.

O Município apoia o projecto através da cedência da antiga EB1/JI de Navarra à Cerci e pela via de atribuição de um financiamento directo, o que acontece pela segunda vez, após a atribuição de igual apoio ao CAO da AIA em Palmeira. “Estamos disponíveis para auxiliar valências e projectos que visem responder a desafios sociais e dotar o Concelho de respostas em áreas que ainda estão por suprir, como é o caso”, afirmou.

O valor da requalificação será suportado por verbas até agora angariadas pela instituição, que contraiu também um empréstimo bancário, e pelo apoio de muitas empresas que se associaram à causa, sobretudo através da campanha ‘Azulejo Mágico’, que consiste na inscrição, num painel de azulejos que ficará na entrada do edifício, de todos os que contribuírem com dinheiro ou materiais para a realização da obra. A iniciativa é destinada sobretudo a empresas que se queiram associar ao projecto.

Nesse sentido, Ricardo Rio desafiou a sociedade civil a associar-se e a apoiar os projectos de cariz social. “É responsabilidade de todos contribuir para o sucesso de projectos que beneficiam a comunidade no seu todo. É com este espírito de partilha, entreajuda e generosidade entre os agentes que podemos criar respostas cada vez mais qualificadas na área social”, sublinhou, elogiando também o contributo decisiva da Segurança Social e o diálogo profícuo que tem estabelecido com o Município e as diversas instituições do Concelho.

Além de Ricardo Rio, a cerimónia contou com a presença do director da Segurança Social de Braga, Rui Barreira, dos empresários que apoiam esta causa e das famílias dos utentes.

—-

Durante a cerimónia foi colocada em obra uma cápsula do tempo com registos do que a CERCI Braga é e pretende ser para os seus fundadores, clientes, familias e comunidade, deixando para gerações futuras um registo da missão, valores e luta por mais e melhor inclusão dos cidadãos com deficiência intelectual e multideficiência. Conteudo da cápsula: vídeos de actividades com os clientes e com a comunidade; jornais nacionais e regionais do dia; noticias relevantes da actualidade das respostas sociais para este público; mensagens escritas e vídeos dos clientes com suas ambições e expectativas; fotos do ato de fundação da CERCI Braga e fotos da escola EB1 e JI da Navarra anterior à requalificação em curso e mensagem da direção para gerações futuras.